19/10/2014

CAVS NA TV

No Twitter, colocamos a lista de todos os jogos dos Cavs na TV brasileira, segundo o site da NBA.
Evidentemente, muitas alterações podem ocorrer.

Colocamos o time da casa na frente, pelo costume:


29/11 - Cavs x Ind (Sports+)
04/12 - NYK x Cavs (Space)
08/12 - Nets x Cavs (Sports+)
09/12 - Cavs x Tor) (Sports+)
11/12 - OKC x Cavs (Space)
25/12 - MIA x Cavs (Sports+)
02/01 - Cha x Cavs (ESPN)
04/01 - Cavs x Dallas (Sports+)
07/01 - Cavs x HOU (ESPN)
10/01 - GSW x Cavs (ESPN)
16/01 - Lakers x Cavs (Space)
17/11 - LAC x Cavs (ESPN)
19/01 - Cavs x Bulls (Space)
25/01 - Cavs x OKC (Sports+)
05/02 - Cavs x LAC (Space)
08/02 - Cavs x Lakers (Sports+)
11/02 - Cavs x Mia (ESPN)
12/02 - Bulls x Cavs (Space)
20/02 - WAS x Cavs (ESPN)
22/02 - NYK x Cavs (Sports+)
08/02 - Cavs x Lakers (Sports+)
11/02 - Cavs x Mia (ESPN)
12/02 - Bulls x Cavs (Space)
20/02 - WAS x Cavs (ESPN)
22/02 - NYK x Cavs (Sports+)
26/02 - Cavs x GSW (Space)
10/03 - Dallas x Cavs (Sports+)
12/03 - Spurs x Cavs (Space)
27/03 - Nets x Cavs (ESPN)
02/04 - Cavs x Miami (Space)
05/04 - Cavs x Bulls (Sports+)

São 36 jogos, pouco menos da metade. Boa oportunidade para os amantes do time acompanharem passo a passo a equipe e para crescer o número de fãs da franquia no Brasil.
Então ligue a TV e bons jogos!!

10 DIAS E CONTANDO

Enquanto a pré-temporada da NBA está a todo vapor, nós já vamos nos preocupando com o jogo que dará inicio a temporada regular para o CAVS, que será em casa contra o New York Knicks no dia 30 de Outubro.

Após a ansiedade de esperar o inicio dos treinos, logo em seguida a ansiedade de esperar o 1º jogo da pré temporada e por fim a ansiedade de ver o Cavs no Brasil, agora temos mais uma data para aguardar, e tudo que os torcedores vem vivendo nessa temporada é muito fora do comum.

Pelo que pudemos ver até o momento, o time está bem sólido, com muitas opções de rotação e, mesmo quando os principais jogadores não estão indo bem, sempre temos jogadores para dar a resposta na diversidade das partidas. Tudo bem que é apenas a pré temporada, mas já podemos ter uma ideia do que esperar do time durante os jogos da temporada regular.


Gostaria de destacar 2 jogadores que estão brigando por uma vaga no elenco para a temporada:



A.J. Price

No início dos treinos e até mesmo antes já falávamos que estamos precisando de mais um armador para a equipe, só Kyrie Irving e Dellavedova não bastaria mesmo utilizando Waiters na posição 1, mas com os jogos da pré temporada que acompanhamos pudemos ver que A. J. Price pode nos servir muito bem como um 2º reserva. Ele vem mostrando boa qualidade nos arremessos, principalmente da linha dos 3 pontos e como tem ficado nos minutos finais em quadra, tem assumido a responsabilidade em decidir as partidas. Podemos ter achado um jogador muito importante para a temporada que deve ser bem desgastante para Irving, (vale lembrar que Irving já jogou o mundial de basquete na Espanha).








Lou Amundson


Outra posição no nosso elenco que precisamos para a temporada é de pivô, mas não podemos dizer que tivemos tanto sucesso assim nessa posição como na de armador, Amundson tem tido participações discretas, para não dizer bem apagadas. Muito se fala que nos treinamentos ele tem rendido muito, sendo bastante agressivo e tudo mais, mas nos jogos da pré temporada que vimos até agora ele não mostrou condições de permanecer no elenco para a temporada. Por enquanto estamos com Thompson, Haywood e Varejão confirmados, mas é sempre bom ter mais jogadores nessa posição, ainda mais com o histórico de lesões de Haywood e Varejão.



O fim da pré temporada se aproxima e temos apenas mais 2 partidas para David Blatt definir os cortes no elenco e fechar a equipe para a temporada, serão jogos contra o Bulls (segunda) e Grizzlies (quarta).


 **********

O GM do Cavs David Griffin anunciou hoje a dispensa de dois jogadores da equipe, são eles: Chris Crawford e Stephen Holt. (Obrigado Holt pela bola de 3 da vitória contra o Heat no Rio!)

Com a dispensa dos 2 o Cavs tem 16 jogadores em seu elenco para os últimos 2 jogos da pré temporada.


ENQUETE: QUANTAS VITÓRIAS??


Depois da primeira derrota sob o comando de David Blatt, derrota de 108-102 para o Dallas, na última sexta-feira, muitos caíram na realidade e viram que o time não é imbatível. Pelo contrário, vai ter que ralar muito para alcançar o objetivo máximo. 
Mas muitos pessimistas reapareceram, começou aquele discurso de certas coisas só acontecem em Cleveland, abobrinhas, abobrinhas, abobrinhas....

E você, em que time está?? No time daqueles fora da realidade, que acha que bateremos todos os recordes de vitória? No time mais pé no chão, que acha que faremos uma campanha positiva, mas com um número razoável de derrotas? Ou você está no time dos pessimistas, que crê numa contusão inesperada ou coisa parecida que pode nos levar a uma campanha sofrível??

Para saber, antes de nosso tradicional Post sobre previsão da temporada, vamos fazer uma enquete simples:
Quantas vitórias os Cavs vão conseguir na temporada regular??
VOTE NA ENQUETE AO LADO!!

Lembrando que são 82 jogos e que o recorde da equipe são 66 vitórias em 2008-2009, e o recorde negativo foram 15 vitórias, no primeiro ano da equipe 1970/71.

----
* Cavs dispensou Stephen Holtz e Chris Crawford. O elenco agora possui 16 jogadores, ou seja, ainda virá pelo menos mais um corte.

15/10/2014

DESESPERO

Compartilho com vocês a história surreal de um dos fãs dos Cavaliers, que está sempre por aqui há algum tempo,que narra sua experiência em relação ao NBA Global Gamei, Rio de Janeiro:

Vale a leitura:

DESESPERO
Por Amauri Lava (@amauritadeu)



Olá, amigos, tudo bem com vocês???

Este final de semana tive o prazer de acompanhar o jogo da NBA entre Cleveland Cavaliers e Miami Heat. Algumas pessoas não sabem, mas acompanho o Cleveland Cavaliers desde 2009 aproximadamente. E ver um jogo do time seria algo incrível. Com ingressos comprados desde o final de Maio, a expectativa era grande. E aos poucos foi só aumentando com a chegada dos reforços que deixaram o time competitivo para a próxima temporada. Tinha tudo para dar certo e correr da melhor forma possível, mas não foi bem assim que aconteceu.

São Paulo, 7:30a.m. Chego no aeroporto de Congonhas e já realizo o check in para não haver problemas, aproveito antes para ir ao banheiro e tomar uma coca gelada. Entramos para a área de embarque e estamos no portão designado no e-ticket, o portão 3. Agora é só aguardar já que o vôo está marcado para as 8:30a.m. Foi ai que começou o transtorno. Os vôos estavam saindo do portão 15 e não mais pelo 3, foi quando corremos até o portão 15 para verificar e embarcar. Ao chegar ao portão o número do vôo era outro, dois números a mais do que o meu vôo. Comecei a pensar “f@*%.. perdi o vôo, já era”. Confirmei que havia perdido o vôo com o atendente da empresa aérea, estava me dirigindo até a loja de vendas da empresa aérea quando me atentei ao grande detalhe. CADÊ O INGRESSO PRO JOGO???

O desespero começou a atacar: 'pleura, já perdi o avião, agora esqueci o principal que é o ingresso'. Na mesma hora liguei para meu cunhado que rapidamente se prontificou em voltar pra casa e me levar o ingresso até o aeroporto. Enquanto isso fomos até a loja da TAM para tentar um novo vôo. Informamos o caso para o atendente, e já veio a primeira pancada: “Os outros passageiros conseguiram embarcar”  respirando fundo, informei que estávamos no portão designado e não houve chamadas sobre aquele vôo, e estávamos lá antes do horário de vôo. Isso quando ele saiu e foi até o supervisor. Na volta, ele nos informa que conseguiram um novo vôo. As esperanças em ver o Cleveland voltaram. Mas e o ingresso???  A hora ia passando e nada do ingresso chegar. Quando foi 9:30a.m, estava dentro do avião, muito mais nervoso que o normal, porque a chance de assistir ao jogo era pequena. Sem esperanças, resolvi ler a revista de vôo e de capa tem uma matéria sobre o jogo. Foi um tanto estranho quando começou a vazar água dos meus olhos.

Chegando ao Rio, minha amiga falou que iria me dar seu ingresso para eu não perder o jogo, mas mesmo assim a sensação era que tinha perdido o jogo. Logo me apressei para ir ao hostel e resolver sobre meu ingresso. Peguei todas as coordenadas possíveis, no hostel e parti para a HSBC Arena. Chegando lá, o nervosismo foi só aumentando. Ao me dirigir até o setor para retirar ingressos, contei meu caso. Estava com um ingresso e o outro estava em São Paulo, foi quando o responsável solicitou uma foto do ingresso esquecido, rapidamente entrei em contato com minha irmã e fiz a solicitação, e para minha infelicidade o celular estava apenas com 2% de carga. Após uns cinco minutos,  liguei me celular novamente e as imagens começaram a descarregar no meu celular, download concluído, corri até o responsável e informei sobre a carga e as fotos. 

Ele rapidamente tirou uma foto com seu celular da tela do meu celular e solicitou que o atendente puxasse meu cadastro e comparasse os códigos de barra.
O melhor momento foi quando apenas ouvi: “Recolhe este ingresso e imprime novamente estes dois ingressos”. Na mesma hora, o nervosismo deu lugar a felicidade e a alegria em poder acompanhar finalmente o Cleveland Cavaliers.
Felicidade imensa quando pude finalmente entrar no ginásio e assistir ao jogo, um belo jogo por sinal. Nervosismo quando no último quarto o Miami Heat, tomou a frente no marcador e levou o jogo pra prorrogação. Feliz, melhor foi saber que tudo correu bem e o Cleveland Cavaliers saiu com a vitória.

Abraços"

-------------------

Essa louca história mostra um aspecto muito importante. Vejam como a organização do evento resolveu a questão de forma eficaz e respeitosa, naquilo que era possível.
Mais um ponto positivo para o evento.
Parabéns, NBA Brasil. Mais uma vez.

12/10/2014

NBA NO BRASIL


Quando Arnon de Mello e o pessoal da NBA Brasil prometeu trazer a experiência de um jogo da NBA para o Brasil, muitos duvidaram. Mas eles cumpriram a promessa.
Foi um evento sensacional. Com quase tudo que você, torcedor, poderá encontrar quando viajar à Terra do Tio Sam. 

Assim, evidentemente estamos falando da parte de dentro da Arena. Se você desconsiderar o engarrafamento, as obras ao lado da Arena, os ambulantes no meio da rua, junto com os cambitas enchendo o saco, você deve ter adorado o jogo, por tudo que ela envolveu.

Realmente vimos o que de melhor a NBA pode oferecer em termos de entretenimento. Desde as dançarinas do Miami, o time de animação dos Cavs, os mascotes que são um caso aparte. Aliás, nota 10 para eles. Fizeram o que podiam para divertir o público. 
Havia ainda todos os brindes distribuídos, todas as ações de marketing ao redor da parte interna do ginásio. Fenomenal!

A curva abaixo da média, com certeza foi a loja da NBA, que não conseguia dar vazão à demanda. Como o evento é único, o interesse pelas compras foi tão grande, que as filas ficaram muito grande. 
Outro aspecto que ainda não é igual é o telão, que fica devendo pelo tamanho. Mesmo assim, de tirar o chapéu o que se conseguiu fazer com ele, com todas as câmeras realizadas (do beijo, do motorista, do músculos e de dança). 

O jogo em si foi bem divertido também. Cleveland dominou a partida. Sem Kyrie Irving, Dion Waiters foi fazendo a festa da torcida. Mas todos os flashes estavam voltados para Lebron James. Como havia mais torcida pelo time de Miami, muitas viúvas vaiaram o astro de Akron. Mas a verdade é que todas as cerca de 15 mil pessoas que lotaram o ginásio vão poder dizer que viram Lebron James jogar. Porém, detalhe, jogar mal. Errou pra caramba. Nada dava certo. Foram apenas 7 pontos (2-8). O que torna este time dos Cavs ainda mais interessante, pois sem Irving, com Lebron mal, ainda sobra um Kevin Love para fazer 25 pontos (9-12, 4-5 de 3-pts). Waiters ajudou com 16 pts e muito show, Tristan Thompson pegou 9 rebotes, sendo 6 ofensivos, e ainda anotou 18 pontos. 

Varejão foi o dono da festa. Ovacionado pela torcida, disse que ia se divertir. E foi o que ele fez. Saindo de titular, foi pra cesta mais do que o habitual, e fez a festa da torcida. A primeira das suas 7 cestas foi também a primeira da partida, pra delírio dos apaixonados por basquete. 14 pontos para o brasileiro.

Detalhe dos Cavs foi o David Blatt testar uma defesa por zona ao estilo europeu. Foi um teste interessante, mas penas por 1 quarto da partida. Jogadores ainda se habituavam com o esquema defensivo.

Cleveland abriu diferença de mais de 16 pontos, o que fez David Blatt recolher as estrelas ainda no 3Q. Miami fez o mesmo. Mas os reservas do Miami  viraram a sorte do jogo. Blatt insistiu em deixar os reservas fora do jogo. E liderados por Napier, Miami levou o jogo para prorrogação. Para a torcida foi uma maravilha. Para quem é competitivo e não gosta de perder nem no par ou ímpar, foi um tormento. Mas no fim, festa completa e vitória dos Cavs (122-119), para tristeza dos torcedores que aderiram torcer pelo Heat (Brasileiro gosta de torcer pelo mais fraco, kkkkkk).

Mais uma vez, parabéns para a organização da NBA. Fica a lição para o Brasil. Claro que o padrão NBA, nem a Fifa se assemelha, mas custa tentar fazer algo mais profissional? Ficaram muitos exemplos hoje. 

Foi ao jogo?
Mande sua foto com a Hashtag  #CavsNoBrasil para o @CavaliersBrasil que iremo dar RT.


Momento emocionante, homenagem a Luciano do Valle. Merecidíssma!

Álvaro José, recebeu bola assinada por todos os jogadores dos Cavs. Minhas mais remotas lembranças dos Cavs, na época de Mark Price, incluem esse monstro da TV. Nosso muito obrigado!

Veio uma turma grande para animar a torcida.

Mascotes são um show à parte

Varejão brilhou. 

Troféu Larry O`Brien, desejo de conquista

@DiegoCavsBrasil na frente da Arena

Paulo Bassul e @cavaliersbrasil

Fila imensa para a loja de artigos da NBA

Um dos stand promocionais.
Não deixe de curtir o Facebook e nos seguir no Twitter.
Abraço!

11/10/2014

NBA FAN ZONE - RIO TRÂNSITO ZONE

Hoje é o dia!! Pela primeira vez os Cavs jogarão uma partida no Brasil.


Enquanto isso, a sexta-feira foi de eventos e engarrafamentos.
Assumo que problemas com o GPS atrapalharam a nossa vida, mas o trânsito está quase tão ruim quanto Recife. E não sou o único a reclamar não. A parte boa disso é que muitas vezes a culpa são de obras para as Olimpíadas.
Assim, não conseguimos acompanhar a parte do treino que os Cavs liberou.



Resolvemos apenas ver o evento na praia da Ipanema.
Simples, pequeno, mas bem organizado e divertido.
As líderes de torcida do Brooklyn Nets e do Miami Heat embelezaram o ambiente, dançando belamente. Houve disputa de partidas, desafios de arremessos e concurso de enterradas, todos com premiações para alguns participante.
Aliás, lamento dizer que deixei de ganhar um par de ingressos para a partida deste sábado. Obviamente, como já tenho ingresso, iria dar para fiéis fãs do site.  Quase deu. Mas estar na quadra com Mike Miller e J. Jones valeu a pena. Repórter José Renato Ambrósio ainda afirmou que conversou com David Blatt e ele afirmou que ainda não descartou a presença do Irving no jogo.



Preciso treinar lances livres...

foto globoesporte.com


@EveraldoMarques e @jr_ambrosio
 O que vemos na cidade é que muitos sabem do evento de amanhã. Mas o que é tão especial para nós, aparenta ser só mais um evento a uma cidade acostumada a grandes eventos.
Espero que todos possam curtir o jogo de amanhã, em casa pela TV ou in loco na Arena.
Aos que forem à Arena, saiam cedo de casa, para que os engarrafamentos não os façam perder nada da partida.
Repito, SAIAM CEDO  de casa e evitem engarrafamentos. As linhas de ônibus parecem ser a melhor opção de transporte.

Ps: Circula na Internet supostos vídeos de Irving na balada no Brasil, um pouco, digamos, "alto". http://deadsp.in/WIP6NwA 
Desde logo digo: deixem o garoto ser feliz. E digo mais, garoto, vai pra casa que lá a felicidade é melhor e mais duradoura.

Até mais, pessoas!

10/10/2014

FESTA (IN)COMPLETA

Já é sexta-feira! E isso quer dizer que o jogo dos Cavs é amanhã!!
Já está maior festa. Jogadores já foram nos pontos turísticos, já treinaram na quadra do flamengo, já fizeram ação do NBA Cares. Uma festa. 
Amanhã a NBA tem ações na praia da Ipanema. Líderes de torcida, troféu do campeonato e aparição dos jogadores. 
Uma festa. Do começo ao fim, com as vezes do anfitrião Anderson Varejão.


Mas eis que o anfitrião, pode "se tornar vilão".
Não que alguém consiga ficar com raiva do brasileiro.
Mas muitos torcedores podem não gostar quando olharem a quadra da HSBC Arena e não virem o Kyrie Irving de uniforme.
Isto pode acontecer porque Varejão deu um pisão no armador no treino de terça. Resultado, Irving de bota protetora, Irving perdeu o treino desta quinta e não deve encarar o time do Heat.


Graças a Deus nada preocupante para a temporada. 
Vai ser muito bom ver Lebron James e Kevin Love juntos. 
Mas seria melhor com Irving, claro.
Fica a torcida.

Como já passei por isso uma vez, quando fui ver 4 jogos dos Cavs nos EUA, e Irving esteve fora dos dois primeiros, só posso dizer uma coisa: Quando a bola sobe, a gente torce que nem um louco e nem liga para as ausências.
Então, relaxem e ... aproveitem!



07/10/2014

ALL FOR CLEVELAND

Está chegando a hora, começou a pré temporada da NBA e nosso time começou com um jogo tranquilo contra o time do Maccabi Tel Aviv, mas alem da vitória e de vermos a nossa equipe em quadra muitos torcedores aguardam ansiosamente para ver a entrada dos jogadores em quadra que é um show a parte.
Para os fãs (como eu) que não conseguiram ver ao vivo aquela intro tão esperada por todos nós do jogo contra o Maccabi Tel Aviv, aí está:




A música do vídeo é a "I put on for my city" - Young Jeezy FT. Kanye West


O clima no ginásio era mais tranquilo, afinal de contas era apenas um jogo de pré temporada e contra um time europeu, mas não deixa de ser interessante a apresentação dos jogadores, esse vídeo vai ser usado nos jogos de pré temporada do Cavs e provavelmente teremos um vídeo diferente para o jogo do dia 30 de Outubro contra o Knicks na abertura da temporada na Q-Arena.

Para os fãs que acompanham a mais tempo, vocês devem se lembrar dessa música, foi a mesma que o Cavs utilizou nas intros da temporada 2008-2009, onde tínhamos no elenco jogadores como Mo Willians, Delonte West, o nosso Big "Z", entre outros, vale a pena relembrar.




Cavs que já venceu 2 vezes a disputa de melhor vídeo intro da NBA e com certeza nos surpreenderá novamente nessa temporada, pode ter certeza que teremos mais uma vez a melhor intro da NBA.


BEM PENSADO

Olá, pessoas!!!

Está chegando a hora dos Cavs jogarem aqui no Brasil!!
Ansiosos??

Depois de ver o time vencer o campeão (desfigurado) europeu, na noite do último dia 05, Cavs vai sair da América do Norte pela segunda vez para um NBA Global Games! Cleveland já tinha se deslocado a China, em 2007, para encarar o Orlando Magic em jogos de exibição.
Agora os Cavs vem ao Brasil, terra de um dos seus jogadores mais carismático, o Anderson Varejão.

E não será um jogo qualquer, apesar de pré-temporada. O jogo é contra o Miami Heat, 4 vezes finalista da NBA, ex time do astro do esporte, Lebron James. James comenta até que a NBA sabia que ele deveria vir pra Cleveland ou parmencer em Miami, e dessa forma o jogo foi agendado para que ele estivesse aqui ou no time em que jogava ou contra seus colegas de equipe. E de fato foi uma excelente escolha pela NBA essa partida aqui no Brasil. Além de ter o melhor jogador do planeta na atualidade, conseguiram ter uma certa rivalidade para o jogo exibição.

Ganhamos nós, torcedores, que poderemos ver o desfile de estrelas na HSBC Arena, no próximo sábado.

Como dito, será apenas o segundo jogo da pré-temporada dos Cavs. Dia 05 os Cavs  mostraram um pouco do seu arsenal na Q-Arena, contra o antigo time do treinador Blatt. 107-80
Apesar da facilidade da vitória, algumas considerações:
* Cleveland ainda mostrou resquícios de uma fraca defesa do perímetro. O Macabi teve muita liberdade nos arremessos de longa distância ao rodar bem a bola.
* Sinais de que será uma temporada excitante em termos de contra-ataques.
*Cavs tem um arsenal ofensivo muito grande. Nos tiros após o arco, por exemplo, temos o Irving, James, Love, Miller, Jones, Waiters e até o Marion.
*Segue a indefinição do treinador entre o Tristan Thompson e o Anderson Varejão. Mas o Thompson sai na frente na disputa. Será que o Brasil influenciará a decisão para o próximo jogo?
*Lebron James descansou todo o 2 tempo. Já há afirmações de que ele será poupado em vários jogos, antes e durante a temporada. Vamos fazer figa para que ele atue mais no jogo do Rio de Janeiro.
*Lindo o agasalho branco dos Cavs para o aquecimento. Vai entrar na lista de desejos.

Veja um pouco da última partida e vá se preparando para o que virá no sábado.



A maré dos Cavs definitivamente está mudando para a próxima temporada.
A maior prova disto é este lance abaixo.
Olha o que o Varejão aprontou:














Sem mais!

04/10/2014

RAPIDINHAS DO CAVS

Como não podia deixar de ser Cleveland está virando o centro das atenções no mundo da NBA, com o time recheado de estrelas as noticias não param de chegar e para manter os fãs atualizados vamos deixar aqui alguns assuntos que movimentaram os treinamentos do Cavs durante essa 1ª semana de treinos.



Lebron James e seu descanso durante a temporada:

Na ultima sexta feira Lebron James e Mike Miller foram poupados das sessões de treinamentos realizadas na Cleveland Clinic Courts em Cleveland, o treinador do Cavs David Blatt explicou que Lebron estava sentindo dores na lombar e foi poupado,  também falou que durante a temporada deverá poupar James em alguns jogos.
Lebron que disputará sua 11ª temporada na NBA participou de mais de 5.500 minutos de jogos incluindo temporadas regulares e Playoffs nos últimos anos, mais do que qualquer jogador na NBA. Além disso ele está prestes a completar 30 anos e com o avançar da idade ele deverá ter mais descansos para que chegue nos Playoffs nas melhores condições possíveis para liderar o Cavs em busca do seu 1º título na NBA.



Quem será o Pivô titular do Cavs na temporada?


David Blatt ainda tem uma duvida para fechar o seu quinteto titular para a temporada, quem será o pivô titular Tristan Thompson ou Anderson Varejão?
Essa pergunta só será desvendada durante os treinamentos e principalmente os jogos da pré temporada, Anderson Varejão vinha sendo o Pivô titular nas ultimas 4 temporadas, mesmo com lesões que o afastaram por diversos jogos ele sempre teve números muito expressivos quando esteve em quadra, já Tristan Thompson vem mostrando uma grande evolução a cada temporada, uma de suas mudanças mais significativas foi a troca da mão dominante para o arremesso de lances livres, o que melhorou muito o seu aproveitamento durante a ultima temporada, lembrando que quando Varejão se lesionou nas ultimas temporadas ele praticamente acabou jogando como Pivô e obteve médias muito boas tanto nos rebotes, como nos pontos.  


 Primeiro jogo da pré temporada:


Neste domingo a Q-Arena receberá o 1º jogo da pré temporada do Cavs, o jogo marcará o confronto do nosso treinador David Blatt contra sua ex equipe o Maccabi Tel Aviv de Israel, essa será a primeira grande partida da volta de Lebron James a Cleveland e também o primeiro jogo do nosso "Big 3", Irving, Love e James deverão iniciar a partida como titulares ao lado de Waiters e Varejão ou Thompson, muitos outros que chegaram para formar esse elenco cheio de estrelas também farão suas estreias como um Cavalier, casos de Mike Miller, James Jones, Shawn Marion, entre outros.
O jogo será as 19:00 horas (horário de Brasilia), e será transmitido pela Fox Sports Ohio, nada melhor do que um jogo do Cavs para aliviar um dia de eleição aqui no Brasil.



É isso aí pessoal, estamos voltando e voltando com tudo para acompanhar essa temporada que promete MUITO!
Mais uma vez pedimos para os fãs que nos seguem aqui no site que não deixem de curtir nossa página no facebook e nos seguir no Twitter oficial e no meu Twitter também.


A NBA VOLTOU!


Após meses de espera a NBA está de volta e mais do que nunca é uma temporada especial para nós torcedores do Cavs, temos uma temporada com um time praticamente novo e com jogadores que prometem voltar a nos dar as vitórias que acostumamos ver nos anos em que Lebron James esteve em Cleveland.

Nessa ultima semana começaram os treinamentos e rolou também o tradicional jogo Wine x Gold, a Cavs Scrimmage 2014.

Nesse "coletivo" entre os jogadores do Cavs pudemos ver um pouquinho do que podemos esperar para essa temporada, tivemos jogadas sensacionais dos principais jogadores da equipe e apesar de ter tido pouco tempo de jogo foi um evento muito legal para apresentar a equipe a torcida na Q-Arena.


Melhores jogadas do evento:



Vale destacar que esse foi o primeiro evento oficial do time na frente da torcida do Cavs, então jogadores como Kevin Love, Mike Miller, James Jones e outros puderam sentir um pouquinho de como é esse ginásio todo gritando a favor, de como é essa torcida apaixonada.

Mas sem duvida o destaque da noite ficou para Lebron James, na apresentação dos jogadores em quadra ele como era de costume na sua 1ª passagem pelo Cavs foi o ultimo a ser anunciado e foi ovacionado pelos mais de 20 mil fãs que lotavam a Q-Arena, foi emocionante de acompanhar essa cena e após um lindo passe por debaixo das pernas de Kyrie Irving ele foi pra enterrada, sem duvida a jogada mais bela da noite.


Apresentação dos jogadores para o Wine x Gold game:



Esse foi só o inicio de uma temporada que promete ser ESPETACULAR para os torcedores do Cavs, mais do que merecida após anos de desastres.


          ************************

Aproveitando a oportunidade gostaria de lembrar aos fãs que estarão indo ao Rio de Janeiro acompanhar o jogo entre Cavs x Heat que eu (Diego) e Guga dois dos administradores da página, estaremos indo ao Rio acompanhar o grande jogo, quem estiver indo e quiser entrar em contato para dividirmos os custos das despesas de hotéis e transportes, se necessário, serão muito bem vindos, é só entrar em contato conosco pelos comentários ou até mesmo pelo Facebook do CAVS BRASIL.
Seja na HSBC Arena ou do sofá de sua casa, não percam esse jogo que será o jogo de pré temporada mais assistido dos últimos anos!

 

01/10/2014

DA TEMPESTADE À BONANÇA


E o basquete voltou a Cleveland.
Esta noite foi o tradicional treino com a equipe sendo dividida em dois times. É uma forma de abrir a arena para o público e mostrar o time.
É só um treino, mas foi capaz de levar mais de 20 mil pessoas a Q-Arena.
E já mostrou o grande problema que nós, brasileiros, sofreremos esta temporada: A conexão!!

Devido a gigantesca procura pelo jogo que foi transmitido pelo site dos Cavs, foi quase impossível ver completamente a partida. Jogos dos Cavs serão muito disputados. O mundo estará de olho no time de Lebron e companhia.

Time que mudou e melhorou tanto, que merece as palavras que o leitor Adrianno Motta nos enviou:

DA TEMPESTADE À BONANÇA
*Por Adrianno Lenno Motta - (Haja consoante duplicada!!)
*@adriennMotte56

"Ei você, torcedor fiel do Cavs. Sim, você que não é modinha, você mesmo que sofreu quatro temporadas com times ridículos, treinadores ruins, General Manager burro, que escolhe e contrata mal, e ainda teve que ver LeBron ser tetracampeão do Leste e bicampeão da NBA sem ganhar um joguinho sequer dele. Pode sair vestindo a jersey por aí. Os tempos já são outros. Como num toque de mágica, o Cavs saiu de time fedido para candidato ao título em apenas uma temporada (Olá Spurs e seu projeto a longo prazo!).

Desde que LeBron James resolveu retornar ao nosso Cavs, os tempos são só de alegria. Mas os indicativos já começaram a ser dados ainda na temporada passada, com a demissão do Chris Grant do posto de GM e a substituição por David Griffin. O Cavaliers conseguiu contratar quase todos os melhores jogadores ainda disponíveis para negócio no meio da temporada, como Luol Deng e Spencer Hawes por preços relativamente baixos. Mas foi nessa offseason que Griffin mostrou do que era capaz. Primeiro, demitiu o Mike Brown (Glória a Deus por isso!) e contratou o David Blatt, que promete dar muito certo na NBA caso consiga implementar o seu sistema de jogo baseado na Pricetown Offense. No NBA Draft, foi seguro e escolheu o Andrew Wiggins e o Joe Harris. O canadense, apesar de nem ter chegado a participar de uma partida pelo Cavs, foi a peça de troca que possibilitou o GM a realizar a contratação de Kevin Love, a primeira grande estrela no auge que resolve ir pra Cleveland sem ter nascido no estado de Ohio. E para complementar o elenco, ainda conseguiu por salários baixos o Mike Miller, um nome pra fazer as bolas de três, o Shawn Marion, um cara que vai entregar arremesso e intensidade defensiva nos poucos minutos que tiver em quadra (Igualzinho ao Shane Battier no Heat) e o James Jones, que tem a sorte grande do LeBron James ser um cara gente fina pra caramba.

O elenco ainda tem suas deficiências? Sim possui. Falta um pivô reserva pro Varejão, que não vai jogar oitenta e dois jogos mais playoffs nunca, e nem Brendan Hawyood e Alex Kirk inspiram muita confiança pra jogarem mais de vinte minutos de jogo. Falta também um reserva pro Irving, já que o moleque não é de ferro, também cansa e se machuca e precisamos de um backup de mais qualidade na posição do que o Dellavedova, além de termos de saber até onde o Dion Waiters vai ajudar ou atrapalhar a Pricetown Offense, com seu jogo mais centralizador e sua defesa digna de James Harden (igual ao Kyrie Irving, com a diferença de que o Uncle Drew é um dos melhores da NBA e compensa sua defesa ruim com um arsenal ofensivo completo).

Depois de anos e anos sofrendo angustiada, a cidade de Cleveland finalmente pode ter um título das grandes ligas americanas desde o título da NFL de 65 pelo Browns. O time vai ter um dos melhores ataques da NBA, com Irving, James e Love mais o Waiters para colaborar. A defesa ainda inspira pouca confiança e é o ponto onde mais o Blatt e seu staff têm de trabalhar para o Cavs chegar ao título. Talvez não ganhemos o campeonato esse ano, mas só o fato de finalmente ver que é possível ser campeão, pra quem já viu uma temporada com 63 derrotas é uma alegria e tanto."

Lembrem-se que você também pode entrar em contato conosco nos enviando textos, fotos, mensagens etc pelo Facebook ou pelo nosso E-mail.
Abraço!!

30/09/2014

NONSENSE

Alguns competidores tem o hábito de elogiar o adversário, colocando a responsabilidade sobre o outro. Bem, definitivamente Dion Waiters não é esse tipo de pessoa. 
Ele conseguiu reativar uma rivalidade entre Wizards e Cavaliers ao comentar a afirmação de Beal, de que Beal e Wall teriam o melhor backcourt da liga. Waiters soltou um "That's Nonsense!". E emendou dizendo que ele e Irving sim são o melhor Backcourt jovem da liga. 

Poderia ser mais uma declaração ao estilo Waiters que passaria batido, mas fez barulho na liga porque os jogadores do Wizards resolveram se manifestar.
Pra não ficar para trás, a alfinetada foi do tipo campanha presidencial brasileira: "Eles nem fizeram um jogo de playoff ainda. Quando fizerem, a gente começa a conversar." Que repercutiu como "Você tem que ganhar um jogo de playoff primeiro, antes de começar a falar." Voadora bem no meio dos peitos!
Waiters apenas retuitou alguém que disse que devíamos esperar que dia 21 de novembro (dia do primeiro jogo dos Cavs x Wizz) mostraria quem era o melhor. 

Interessante que enquanto cada um tomava partido na discussão, nas redes sociais, a maioria ignorava outras duplas que deveriam ser consideradas. Detalhe também que foi justo no dia que Lebron dava declarações sobre o jovem jogador, mostrando claramente a consciência do papel de líder do elenco e de que sabe muito bem como o jogador leva a culpa de muita coisa que acontece em Cleveland e de como Dion se complica com o extra quadra. James aconselhou: "Você não precisa se envolver com aquilo que as pessoas falam de você. Não e o que os outros pensam de você, é o que você pensa sobre si mesmo."

******

Hoje saíram as primeiras imagens do que seria a nova imagem da quadra da Q-Arena. Um azul retrô emoldura a quadra. Diferente. Gostei. A cidade também está representada na quadra. Curioso é o azul ganhar esse destaque, mas não haver previsão de camisetas com a cor. Será um sinal?



27/09/2014

ELENCO PARA 2014-2015

Após algum tempo afastado aqui do site, estou de volta e já vou voltar confirmando o nosso elenco para o inicio dos treinos para a temporada 2014-2015.





Depois de 4 temporadas seguidas onde tivemos times muito limitados e jogadores de pouca expressão (para não dizer que alguns eram horríveis!), estamos de volta sendo o centro das atenções desse inicio de temporada na NBA, com um elenco montado de forma bem planejada e com jogadores de nome e grandes passagens por equipes campeãs na liga, estamos com uma cara nova, e muito nova mesmo, são ao menos 10 jogadores novos no elenco.

Segue abaixo o elenco que iniciará os treinos a partir de hoje (27) para a temporada 2014-2015:

Nome
Posição
Experiência



Matthew Dellavedova
Armador
1 ano na liga
Joe Harris
Ala-Armador
Novato
Kyrie Irving
Armador
3 anos na liga
Dion Waiters
Ala
2 anos na liga
Mike Miller
Ala
14 anos na liga
James Jones
Ala
11 anos na liga
Shawn Marion
Ala
15 anos na liga
Lebron James
Ala
11 anos na liga
Tristan Thompson
Ala-Pivô
3 anos na liga
Kevin Love
Ala-Pivô
6 anos na liga
Anderson Varejão
Ala-Pivô
10 anos na liga
Alex Kirk
Pivô
Novato
Brendan Haywood
Pivô
12 anos na liga
A.J. Price
Armador
5 anos na liga
Louis Amundson
Ala-Pivô
6 anos na liga


Temos um elenco forte e com vários jogadores experientes, o que vai ajudar a dar a tranquilidade necessária para jogadores como Dion Waiters e Kyrie Irving estarem desenvolvendo seus jogos da melhor maneira possível, será um ano em que devemos ter um pouco de dificuldade no entrosamento por termos muitas mudanças na equipe, inclusive de treinador, mas com jogadores de tanta qualidade não podemos deixar de acreditar em título, em algumas sessões de treinos já é esperado um desempenho muito bom.

Onde poderemos chegar? Impossível prever, mas o objetivo já está traçado e o caminho é simples, muito treino e muito trabalho em busca do tão esperado 1º troféu Larry O'brien para Cleveland.

Após essa pausa que demos aqui no site estamos voltando a ativa e contando os dias para o 1º jogo da pré temporada, não deixem de curtir nossa página no facebook e nos seguir no Twitter oficial e no meu Twitter também.